Rua Sacadura Cabral, 369 - Rio de Janeiro-RJ 21 2263-1313

Perguntas Frequentes

Perguntas Frequentes

  • O que fazer no caso de falta energia elétrica quando há alguém dentro do elevador?
    • O passageiro deve permanecer calmo, caso falte energia elétrica ou em uma parada imprevista do elevador. Ele não deve tentar sair sozinho ou com ajuda de pessoas despreparadas para tal. Lembre-se de que não há qualquer risco de queda do elevador. Por isso, deve-se aguardar a assistência técnica, que dá prioridade para casos como esse, ou o atendimento do Corpo de Bombeiros em casos especiais.

  • O que é feito no serviço de conservação de elevadores?
    • Durante o serviço de conservação são realizados procedimentos padrão, como a limpeza, a lubrificação de peças do elevador e pequenos ajustes

      O técnico responsável pela manutenção também observa e avalia o funcionamento das máquinas e do elevador, a fim de identificar se todos esses componentes estão operando adequadamente. Caso haja alguma anormalidade, o técnico avalia se o reparo a ser aplicado pode ser feito imediatamente ou se a condição em questão necessita de análise do setor de engenharia da empresa prestadora de serviços para posterior reparo.

  • O elevador pode cair? Por quê?
    • As probabilidades de queda de um elevador são muito baixas. Além dos cabos de sustentação, os elevadores são equipados com um potente e seguro limitador de velocidade, que e é acionado quando a velocidade de locomoção do aparelho aumenta, agindo como um freio e sendo capaz de parar a queda.

      Só há, na História, o relato de apenas dois casos de queda de elevador. Em ambas as situações, os motivos foram fatalidades externas à prevenção.

      Elevadores com constante manutenção e em situações normais não estão sujeitos a queda, exceto pela incidência de fatalidades, como acidentes fora de prevenção ou previsão.

  • Se eu ficar preso no elevador posso sentir falta de ar? E se a cabina estiver lotada?
    • Não vai faltar ar, mesmo que a cabina esteja lotada. Você não corre o risco de sentir falta de ar por conta da ausência de oxigênio na cabina. O ar chegará até você, ainda que a cabina esteja lotada, através de aberturas que estão na parte superior do elevador, que permitem a ventilação. Essa condição está prevista, inclusive – ou seja, é obrigatória – em legislação e na Norma NM 207:99 da ABNT, item 5.2.3, “Ventilação da Caixa”, que determina que devem existir aberturas na parte superior da cabina, ligadas diretamente ao exterior do edifício, através da casa de máquinas. Ou seja, você não terá falta de ar por ausência de oxigênio, mas pode ter a sensação psicológica de falta de ar por alguma questão emocional, causada pelo nervosismo em estar preso dentro de um elevador. Assim, mantenha a calma, respire fundo, acione o alarme e em hipótese alguma saia com o elevador parado entre um andar e outro. Aguarde socorro especializado e só saia do elevador quando ele estiver parado em algum andar.

  • Devo ter um consultor para me orientar sobre o que pode ou não ser feito no elevador?
    • A empresa conservadora é a sua consultora em questões que envolvam a manutenção e os cuidados com o elevador. Ela é capacitada para atender a todas as suas dúvidas e oferecer soluções seguras e confiáveis.

      Não há mal em ter um consultor, desde que esse profissional seja capacitado para tal empreitada e seja e imparcial em sua avaliação técnica.

      Caso não confie na capacitação da empresa prestadora de serviço, o indicado é buscar outra empresa na qual confie plenamente.

  • Envie a sua dúvida
    • Tem dúvidas sobre conservação, reparos ou manutenção de elevadores e escadas rolantes, envie para a Salta. Teremos prazer em respondê-la!

      Os campos com * são obrigatórios


Receba um orçamento justo e sem compromisso. Solicite o seu aqui, gratuitamente!